16:22

Ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, discursa em conferência de imprensa conjunta com o Ministro das Relações Exteriores da República de Angola, Téte António, Moscovo, 13 de outubro de 2021

2051-13-10-2021

Tive conversações com o meu colega angolano Téte António. Como já é tradição, as conversações decorreram num ambiente de amizade e cordialidade. Lembrámos os anos em que trabalhámos juntos em Nova Iorque. 

Um dos resultados importantes das nossas conversações de hoje foi o de que as partes reiteraram ser necessário que todos os países seguissem rigorosamente os princípios e normas da Carta das Nações Unidas.

É desta forma que estamos a desenvolver a nossa parceria privilegiada com Angola, com base nas tradições de amizade e cooperação, cujas raízes remontam à época em que o povo de Angola lutava pela liberdade e independência com o apoio do nosso país.

As nossas relações são caracterizadas por um elevado nível de confiança. O tom é dado pelos nossos Presidentes que chegaram a acordos de princípio sobre opções-chave da nossa futura parceria durante as duas reuniões que tiveram em 2019 em Moscovo e em Sochi.

Apesar da desaceleração da economia global no meio da pandemia do coronavírus, as nossas relações comerciais e económicas continuam a apresentar uma dinâmica positiva, o que está de acordo com o empenho recíproco das partes em elevar a nossa parceria comercial a novos patamares. As autoridades e empresas competentes dos nossos dois países continuam a preparar para a implementação toda uma série de projetos mutuamente vantajosos nas áreas da indústria, mineração, agricultura e tecnologias intensivas em ciência.

Gostaria de mencionar uma área relativamente nova da nossa cooperação, nomeadamente a da utilização do espaço exterior para fins pacíficos. Vemos também boas perspetivas na área da energia atómica para fins pacíficos. 

As empresas russas mostram um interesse crescente no grande e promissor mercado angolano. 

Prestaremos assistência às comunidades empresariais dos nossos dois países, inclusive através do mecanismo, recentemente estabelecido e útil, do Conselho Empresarial Angola-Rússia. Todo o conjunto de questões relacionadas será abordado na próxima reunião da Comissão Intergovernamental Rússia-Angola de Cooperação Económica, Comercial e Técnico-Científica prevista para acontecer nos próximos meses em Luanda.

As partes mostram um interesse crescente em ampliar as relações culturais e humanitárias. A prática de formação de especialistas angolanos em universidades russas e estabelecimentos de ensino policial e militar continua a ser bem-sucedida. Os contactos entre os nossos Ministérios da Defesa são tradicionalmente estreitos. O Ministro da Defesa da República de Angola participou no Fórum militar "Exército 2021" realizado na Federação da Russa em agosto deste ano. O Comité Intergovernamental de Cooperação Técnico-Militar prepara uma nova reunião, o que virá constituir uma etapa importante de reforço ainda maior da nossa parceria.

Mantemos uma estreita cooperação com a ONU e apoiamos as iniciativas uns dos outros. Defendemos que todos os Estados membros da ONU se norteiem, na resolução de qualquer conflito e na superação de qualquer crise, pela necessidade de diálogo, busca de soluções sustentáveis com base no consenso e na necessidade de respeitar o direito dos povos a determinarem livremente o seu destino. Foi a partir destas posições de princípio que passamos em revista a situação no continente africano, sobretudo em "focos de tensão” como a RDC, a Região dos Grandes Lagos, a República Centro-Africana, Moçambique e Mali. Os nossos amigos angolanos e nós acreditamos que todos estes conflitos devem ser resolvidos com base nas iniciativas avançadas por organizações africanas sub-regionais e pela União Africana.

A Rússia, como membro do Conselho de Segurança da ONU e parceiro de longa data da União Africana e de muitas outras organizações do continente africano, continuará a contribuir ativamente para garantir a estabilidade e a segurança no continente.

Nos nossos esforços, apreciamos sempre as avaliações e conselhos expressos pelos nossos amigos angolanos, dado o papel ativo e construtivo de Angola, incluindo com o Presidente da Conferência Internacional sobre a Região dos Grandes Lagos, na busca de soluções para os conflitos em África.

Estou sinceramente grato ao meu colega e amigo pelo nosso trabalho conjunto. Estou confiante de que ajudaremos a desenvolver ainda mais as nossas relações em benefício dos nossos povos.   


Para obter mais materiais

  • Fotos

Galeria de fotos
  • 2051-13-10-2021.jpg

1 из 1 fotos do álbum

Corretamente as datas especiais
Ferramentas adicionais de pesquisa