19:00

Ministro Serguei Lavrov pronuncia palavras iniciais no decurso das negociações com o Ministro dos Negócios Estrangeiros da Bielorrússia, Vladimir Makei, Minsk, 19 de junho de 2020

951-19-06-2020

Prezado senhor Ministro,

Prezados amigos,

Estamos felizes de voltar a estar em Minsk. Aqui, sentimo-nos como em casa.

O facto de restabelecermos contatos presenciais confirma a eficácia das medidas que os nossos países e Governos tomaram para combater a infecção pelo coronavírus. Além da cooperação entre os serviços responsáveis pela segurança dos cidadãos, cooperamos, como o senhor já mencionou, e conseguimos ajudar mutuamente a repatriar os nossos cidadãos de terceiros países. A empresa aérea Belavia ajudou os nossos cidadãos a regressar do Egito, Índia, Emirados Árabes Unidos, Angola. Nós agíamos reciprocamente, com as nossas empresas aéreas a repatriar os cidadãos da Bielorrússia dos países onde estavam.

Neste ano, o nosso trabalho é marcado pelo 75o aniversário da Vitória na Grande Guerra Patriótica. Aguardamos que o Presidente da República da Bielorrússia, Aleksandr Lukashenko, assista, junto com outros convidados, à Parada Militar na Praça Vermelha e a outros eventos solenes a 24 de junho. Continuaremos a lutar ativamente contra as tentativas de falsificar a história e de deturpar os resultados e o significado da nossa Vitória comum.

Trabalhamos hoje no âmbito do programa de ações conjuntas aprovado e a ser prosseguido na área da política externa. É uma ferramenta importantíssima que permite aos nossos países defender os interesses da União da Rússia e da Bielorrússia no palco internacional. Valorizamos muito esta tradição que realmente permite promover os nossos interesses em diferentes estruturas internacionais.

Temos muitos projetos conjuntos na área da economia, particularmente a Central Nuclear Bielorrussa, cujas obras de construção estão no auge. O lançamento físico do primeiro bloco é previsto para julho. Espero que haja progresso e resultados concretos também em outras áreas em que trabalham os nossos Ministérios responsáveis pela economia.

Hoje, tivemos um prolongado e abrangente encontro com Aleksandr Lukashenko. Temos apreciado sempre as avaliações proferidas pelo chefe do seu Estado a respeito das nossas relações, perspectivas do desenvolvimento da União da Rússia e da Bielorrússia e processos que acontecem na nossa região e no palco internacional em geral.

Avaliaremos hoje todas as questões que merecem a nossa atenção, inclusive a cooperação no âmbito da OTSC, CEI, UEE e também na OCX, onde a Bielorrússia é um Estado observador. Consideraremos, claro, como a ONU, a OSCE e outras estruturas multilaterais estão a funcionar nesta etapa (difícil do ponto de vista do coronavírus e da situação mundial). É sempre útil trocar pareceres e opiniões a respeito das relações de cada um dos nossos países com os nossos vizinhos próximos. Falo da União Europeia. Aliás, a Aliança Atlântica também está literalmente à porta do nosso Estado comum.


Em geral, temos em elevado apreço as nossas relações. Tenho certeza que as negociações de hoje e a assinatura do Tratado entre a Federação da Rússia e a República da Bielorrússia sobre o reconhecimento mútuo de vistos e de outras questões relacionadas com a entrada de cidadãos estrangeiros e pessoas sem cidadania em  territórios dos Estados participantes do Tratado da União da Rússia e da Bielorrússia irão promover a nossa cooperação na política externa e os esforços comuns que visam consolidar a União entre os nossos dois Estados.

Para obter mais materiais

  • Fotos

Galeria de fotos
  • 951-19-06-2020.jpeg

1 из 1 fotos do álbum

Corretamente as datas especiais
Ferramentas adicionais de pesquisa