21:18

Palavras iniciais do Ministro Serguei Lavrov na reunião extraordinária de Ministros dos Negócios Estrageiros do grupo BRICS, Moscovo, 28 de abril de 2020

627-28-04-2020

Prezados colegas, bom dia

Estou feliz em vê-los de bom humor e de boa saúde. Obrigado por terem respondido rapidamente à nossa iniciativa de convocar esta reunião extraordinária de Ministros dos Negócios Estrangeiros do BRICS em regime de videoconferência para discutirmos os problemas provocados pelo coronavírus. Nas condições de pandemia, o formato de videoconferência é um único meio que nos dá a possibilidade de manter a dinâmica da nossa cooperação. Mas, com certeza, quando a situação permitir, retomaremos a comunicação presencial, pessoal. Em qualquer caso, estarei feliz de vê-los na Federação da Rússia numa reunião de pleno formato do Conselho de Ministros dos Negócios Estrangeiros.

Combinamos examinar hoje a influência da crise atual sobre o sistema das relações internacionais, quando os sistemas políticos e económicos globais, as instituições internacionais e os Estados nacionais estão a passar por uma prova. A situação é complexa, e claro que com uma só videoconferência, não poderemos responder a todas as questões; contudo, considero muito atempado iniciar este diálogo no seio do BRICS. A tarefa prioritária hoje é lidar com o surto da Covid-19. Trata-se de salvar vidas, da saúde humana. A necessidade de defender os princípios da multilateralidade, o fundamento do direito internacional durante a elaboração de respostas aos desafios e às ameaças transfronteiriças contemporâneas não é de somenos importância. Estamos convencidos de que hoje em dia como nunca antes, a voz solidária dos países do BRICS a favor de uma ordem mundial democrática multipolar, baseada no respeito mútuo de todos os Estados e de todas as normas e princípios da Carta da ONU é oportuna e bem-vinda. Acredito que poderemos lidar com os desafios contemporâneos, como a pandemia atual, somente unindo os esforços, somando as ações nacionais. Sugiro que os países do BRICS coordenem as suas abordagens, inclusive no seio de estruturas internacionais, já que existem mecanismos e plataformas necessárias para este trabalho. São, essencialmente, a ONU e as organizações respectivas, o Grupo dos Vinte, a OMS, a OMC etc.

Daremos a conhecer várias iniciativas russas que visam reagir com maior eficiência aos desafios provocados pelo surto da infeção pelo coronavírus. Não se trata somente da proteção da saúde, mas também das áreas financeira, económica e social, dos mercados de trabalho, do bem-estar da população, das tarefas de desenvolvimento sustentável. Esperamos poder cooperar na elaboração destas propostas entre os respectivos Ministérios dos nossos cinco Estados.

A cooperação no combate a doenças infecciosas é uma das prioridades do BRICS. Vocês sabem que a Declaração Final da Cimeira do BRICS de 2015 na cidade russa de Ufa incluía encargos dos líderes para cooperar na gestão de riscos ligados aos surtos de infecção, inclusive diversos coronavírus de novo tipo. A vida mostrou que esta abordagem era atempada. Hoje, precisamos ver como os Ministérios dos Negócios Estrangeiros podem ajudar a estabelecer a cooperação prática entre os nossos Ministérios da Saúde. Claro que as medidas de confinamento ligadas à Covid-19 afectaram o calendário do nosso “quinteto” para o ano corrente. Vários eventos planeados para abril e maio foram adiados, mas o trabalho conjunto do BRICS continua, sem dúvida, tendo adotado, nesta etapa, o formato de videoconferência. Apresentaremos a seguir propostas de como a presidência russa vê a organização ulterior do nosso trabalho.

Para obter mais materiais

  • Fotos

Galeria de fotos
  • 627-28-04-2020.jpg

1 из 1 fotos do álbum

Corretamente as datas especiais
Ferramentas adicionais de pesquisa